Mudanças no Facebook

Escrito por Alberto Bezerra em 30/05/19


Olá tudo bem? A última publicação que eu fiz no blog, quer dizer, na última e primeira publicação que eu fiz no blog, eu levei em consideração a questão do redesign da marca. Assim estou eu aqui me deparando com: “Facebook anuncia novo design em seu aplicativo, na versão web e em seu logotipo.”

Em sua última conferência em São José na Califórnia, o Facebook apresentou diversas novidades, dentre elas a mudança na identidade visual do aplicativo da versão web e também da estruturação do seu logotipo, isso também inclui uma alteração na paleta de cores. E o que me admira nestas modificações é que quando se fala de redesign é muito raro alteração nas cores.

Quando falo que é algo raro, realmente é raro mesmo, por conta que a cor está ligada diretamente a percepção visual das pessoas para com a marca. Então, fazer uma alteração nas cores é uma mudança muito ousada do Facebook. Tudo bem, que não foi uma mudança tão contrastante, tendo em vista que foi alterado apenas seu tom de azul. Na maioria das vezes o consumidor não aceita bem quando é alterado as cores de uma marca porque gera um grande impacto.

Para ilustrar melhor isso que estou falando, imaginemos então o Spotify que utiliza uma matiz verde trocar para uma matiz vermelha. Ou até mesmo a Netflix trocar a sua cor vermelho para amarelo. Só de imaginar essas alterações você já fica receoso porque já se tornou algo visualmente natural para você aquelas cores de uma determinada marca.

Ainda no evento como eu já sinalizei no início dessa publicação, eles anunciaram as mudanças que iriam ocorrer no visual do aplicativo e da versão web. Com a alteração das cores, eles também deram uma importância maior aos stories, os deixando com maior ênfase.

Antes tínhamos uma barra azul no topo e hoje nós não temos mais o azul. Hoje temos uma barra branca com ícones minimalistas e voltamos então a tendência do Design Contemporâneo que é minimizar o máximo possível de detalhes para termos uma leitura concisa e direta.

Mudanças divulgadas no evento quanto no perfil do Twitter do Facebook, é possível conferir alguns detalhes na versão dark, onde ativa o modo, onde também deram destaque para a ferramenta marketplace e os conteúdos em vídeo.

Então, agora eu te pergunto, diante de todas as mudanças, será que o Facebook vai conseguir recuperar o público que vem perdendo?

Redesign são necessários, todavia, nem sempre eles são tão efetivos. Às vezes o usuário não aceita bem e ao invés de ajudar acaba atrapalhando. Por isso quando for fazer redesign deve-se levar em consideração todo o contexto da obra e não apenas fatos isolados.



0 Comentários

Deixe o seu comentário!





© 2019 - Todos os Direitos Reservados